Férias em Belém

9 07 2010
Guanabara

Guanabara

Dia 03 de julho pisei de volta a Brasília, em férias a gente sempre aprende coisas valiosas, especialmente através de experiências familiares. Eis alguns aprendizados que só minha família e talvez alguns amigos vão entender:

Aprendi que é super importante continuar escutando Celine Jhonny, um dia a música dela é sempre lembrada… e não sei porque eu sempre escrevia o nome dela errado!!
 
Aprendi que “Xa lala” é essencial quando não se sabe as letras do Michael Jackson e outros… This is it!
 
Aprendi que durante uma filmagem do Tio Zeca deve-se tirar todos os vasos marajoaras e colares de muiraquitan do ambiente.
 
Caso o filmador seja o Tio Edilton, deve-se tirar os arranjos florais!
 
Relembrei o quanto Orelha e Pasteis folheados e Bolinho de côco que tem sabor de macaxeira são booonsss, mas geram um arrependimento saboroso mais tarde…
 
E que não se deve comer esses itens acima perto da tia Herlândia!🙂
 
Fazer um trabalho de conscientização na vizinhança do Panorâmico antes de começar uma filmagem, especialmente o vizinho da serra elétrica.

Não tentar gravar nada na Guanabara… os amigos da DL não deixam.
 
Fazer um trabalho de conscientização com a Mônica antes que troque os “os” por “as” e faça-nos rir na hora errada.
 
Ensinar bem e muuuuito bem as letras das músicas pro Tio Zeca antes de gravar porque senão acaba o “filme” da câmera.
 
Lembrar que da próxima vez que ir na casa dos Padilhas devo passar na padaria e fazer de conta que esqueci que tipo de quitutes são aqueles expostos.
 
Quando pegar o próximo Cabanagem devo perguntar em qual das 3 ruas ele entra!!
 
Relembrei que a  Bárbara insiste em fazer “au au” no fim das suas risadas.
 
Lembrarei de andar com uma vela a tira colo da próxima vez no Panorama!
 
Valeu Mônica pelo Omelete recheado!! Saber que você só se arrisca na cozinha pra visitas muito importantes fez eu me sentir!!🙂

Voltar a Belém com roupas cada vez mais minúsculas, pois o calor está ficando cada vez mais poderoso!

Fazer regime absurdo antes de voltar a Belém, pois na casa de Pai e Mãe, nunca faltará o Açaí nosso de cada dia!

Aprendi que dirigir em Belém foi um maravilhoso exercício de sobrevivência… isso me trouxe resultados bons à arte de dirigir! Valeu Pai…

Aprendi que o tempo passa e o amor dos verdadeiros amigos é sempre o mesmo…

Aprendi que quando sair pra comprar vasos marajoara da próxima vez devo tirar metade do dinheiro da carteira!! Ou então levar 02 Ecosports né Tio Zeca!?

Amo essa terra, amo esse povo… foi bom demais estar com vocês!

Bjus





Deus nunca se esquece de nós!

3 06 2010

Manhã de domingo no Congresso de Adoração e Louvor 2010 - IBRV

Essa pequena mensagem eu dedico a uma pessoa que sabe que é para ela… quem amo muito e sabe que com ela eu rio quando ri e choro quando chora! Amo ver como é frágil por fora, mas forte por dentro.

Eis a palavra que disse que esqueci da referência: Porque Deus não é injusto para ficar esquecido do vosso trabalho e do amor que evidenciastes para com o seu nome, pois servistes e ainda servis aos santos. — Hebreus 6:10
Ele é maravilhoso o tempo todo, todo o tempo, especialmente porque NUNCA SE ESQUECE DE NÓS… e sempre que digo isso meu coração se alegra e até acelera, porque sei que não somos merecedores, mas Ele o faz porque de fato nos ama! Ele é fiel porque sabe que buscamos constantemente ser fiel no serviço a Ele, ainda que muitas vezes falhemos. Mas o que importa acima de tudo é que ELE é FIEL! Lembra que isso foi tema dos seus 15 anos??🙂
Amo vc e estou com vc!
Amo cantar “meu alvo é Cristo” e não quero desse alvo meus olhos desviar…
Encerro com outra palavra que nos dá certeza de vitória:

Em Deus, cuja palavra eu exalto, neste Deus ponho a minha confiança e nada temerei. Que me pode fazer um mortal? — Salmos 56
Esse final é TOP
Que me pode fazer um mortal?
Que me pode fazer um mortal?
Que me pode fazer um mortal?
Que me pode fazer um mortal?





Mudança de Hábitos – Aniversário da Daniela

21 04 2010

Almoço no Vila Verde

O medo acompanha muitas pessoas. O medo de muitas coisas. Não tenho medo da morte, ela é inevitável, não há nada que eu possa fazer para mudar isso. Não tenho medo de bichos, a não ser que eles invadam meu habitat pra me atacar, porém isso se dá quando eu invado o habitat deles primeiro. Isso eu posso evitar. Não tenho medo de catástrofes ou de qualquer outra coisa ruim que o homem tem se prestado a fazer nesses tempos. A Bíblia já me diz e me prepara desde pequeno para essas coisas que, certamente, hão de acontecer. E acontecem. Busco não temer ou ao menos me preparar para receber más notícias, pois sei que Deus está ao meu lado em qualquer cirscunstância. Não temo o inimigo (diabo) e sua astúcia, já que Aquele que está em mim e é por mim é bem maior que ele. Pra não dizer que minto ao dizer que nada temo, tenho medo sim de uma coisa, e disso eu tenho certeza: Tenho medo de viver a mesma vida todos os dias, de recusar mudanças ou portas abertas. Fechamos portas, recusamos aprender e crescer, dispensamos boas amizades e ampliar nosso Networking quando receamos sobre o que pode acontecer se dermos um passo a mais, se dermos um primeiro Bom Dia antes da outra pessoa, se aceitarmos novos desafios ainda que não saibamos nem por onde começar. O amanhã não nos pertence, assim a Bíblia nos diz. Porém, precisamos confiar em Deus, especialmente quando entregamos nossos caminhos a Ele. O primeiro passo é nosso, a abertura do caminho é dAquele, cujos sonhos jamais são frustrados.

Nesta terça, 20 de abril, fomos (na foto da direita à esquerda) eu, Eliandra e Daniela almoçar fora do Hotel, onde trabalhamos, já que Daniela estaria, no dia seguinte, completando mais um ano de vida (Parabéns Daní). Quando ela me chamou, eu disse que não dava, pois estava apertado financeiramente, mas depois eu pensei “Eu preciso sair! E quero comemorar esse dia que é especial pra ela”. Resultado: Gastei mais do que pensava que ia gastar, claro! Porém, voltei com mais gás para trabalhar e acredito ter dito mais que umas 2 vezes à Dani que adorei ter saído pra almoçar fora. É algo simples, parece não influenciar muito… mas pequenos atos de mudança de rotina têm seus efeitos quando passamos a levá-los em consideração e quando passamos a torná-los requisitos básicos do nosso dia-a-dia.

“Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao Deus Eterno enquanto ele está perto. Que as pessoas mudem a sua maneira de viver … voltem-se para o Eterno, o nosso Deus, pois Ele tem compaixão e perdoa completamente.”
Isaías 55. 6-7

Deus também convida-nos à uma mudança de hábitos e de vida…





Les Djeinérers

17 04 2010

E com vocês os “The Djeiners”, também conhecidos como “Les Djeinérers”, ou mesmo como o Grupo!🙂

Música: Adorai (Expressão Vocal)





Mentes tranquilas, Almas felizes.

29 03 2010

Livro de Joyce Meyer

Eu tenho uma mania que preciso controlar pra me manter financeiramente no azul: comprar livros! Adoro livros… tanto que eu mal termino ou mal começo a ler um e ao ver outro na vitrine, cujo tema me chama a atenção, logo compro.

Uma vez ou outra vou pôr aqui sugestões de livros que eu li e gostei, especialmente do meu autor preferido, Max Lucado. Hoje, porém, vou abrir espaço para Joyce Meyer, quem eu leio pela primeira vez para experimentar. Comecei a ler agora, mas já deixo como sugestão, pois o assunto levantado neste livro é tão presente na vida do ser humano que qualquer pessoa se identificaria com os exemplos expostos pela autora. O livro fala sobre como nós temos o poder de destruir relacionamentos por comportamentos tão egoístas e orgulhosos. A autora expõe maneiras de se enfrentar conflitos e contornar consequências destrutivas na arte do relacionamento, que eu, particularmente, considero a mais difícil de todas, seja com o cônjuge, com amigos, pais, irmãos, etc…

Que abençoe sua vida!

ps: Uma reverência em particular ao meu queridão amigo Timothy que me lembrou de voltar e escrever… é tão bom! Obrigado Timothy!

Seu blog é: www.damorteparaavida-tim.blogspot.com





Benefícios do RIR 4

15 10 2009

ECONOMIA DE ENERGIA

Enquanto a risada reduz a tensão e o nervosismo, ela também tem impacto diretono pulmão. Ao gargalhar, o órgão da respiração se contrai menos e você gasta menos energia. Ou seja, você consegue oferecer ao organismo tudo o que ele precisa com muito menos esforço.

EXERCÍCIO INVOLUNTÁRIO

funny-monkey-pictures

Se continuar sem pausa, sua gargalhada desencadeia uma dor de barriga. A risada faz com que os músculos do abdome se contraiam e depois de alguns minutos você sinta cãibra. Em termos de treinamento, gargalhar por dez minutos equivale a 15 minutos de atividade física. Da próxima vez que sua alegria render uma cãibra, curve a coluna para trás, ao invés de se curvar para frente para alongar os músculos do estômago.

tipo, não vou mais pra academia!!

FATOS da VIDA: 28 músculos faciais são contraídos quando você ri!





Benefícios do RIR 3

15 10 2009

Caraca!!! Amo escrever e ainda consegui ficar sem postar alguma coisa aqui por um bom tempo!! Não fosse meu amigo Kaka me lembrando do Mon Cahier, talvez nao estaria agora continuando minha pesquisa sobre os Benefícios do Rir!! Mas aí vai a parte III:

urso-rindo11

SIGA o FLUXO

Morrer de rir faz bem para o coração. À medida que você dá uma risada, o revestimento dos seus vasos sanguíneos se dilata, aumentando o fluxo de sangue pelo corpo. “O prazer libera substâncias vasodilatadoras que relaxam a musculatura arterial”… Esse impulso no sangue causado pela risada reduz o estresse em 35% e corta seu risco de coágulos sanguíneos potencialmente fatais em 20% a longo prazo.








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.