Férias em Belém

9 07 2010
Guanabara

Guanabara

Dia 03 de julho pisei de volta a Brasília, em férias a gente sempre aprende coisas valiosas, especialmente através de experiências familiares. Eis alguns aprendizados que só minha família e talvez alguns amigos vão entender:

Aprendi que é super importante continuar escutando Celine Jhonny, um dia a música dela é sempre lembrada… e não sei porque eu sempre escrevia o nome dela errado!!
 
Aprendi que “Xa lala” é essencial quando não se sabe as letras do Michael Jackson e outros… This is it!
 
Aprendi que durante uma filmagem do Tio Zeca deve-se tirar todos os vasos marajoaras e colares de muiraquitan do ambiente.
 
Caso o filmador seja o Tio Edilton, deve-se tirar os arranjos florais!
 
Relembrei o quanto Orelha e Pasteis folheados e Bolinho de côco que tem sabor de macaxeira são booonsss, mas geram um arrependimento saboroso mais tarde…
 
E que não se deve comer esses itens acima perto da tia Herlândia! 🙂
 
Fazer um trabalho de conscientização na vizinhança do Panorâmico antes de começar uma filmagem, especialmente o vizinho da serra elétrica.

Não tentar gravar nada na Guanabara… os amigos da DL não deixam.
 
Fazer um trabalho de conscientização com a Mônica antes que troque os “os” por “as” e faça-nos rir na hora errada.
 
Ensinar bem e muuuuito bem as letras das músicas pro Tio Zeca antes de gravar porque senão acaba o “filme” da câmera.
 
Lembrar que da próxima vez que ir na casa dos Padilhas devo passar na padaria e fazer de conta que esqueci que tipo de quitutes são aqueles expostos.
 
Quando pegar o próximo Cabanagem devo perguntar em qual das 3 ruas ele entra!!
 
Relembrei que a  Bárbara insiste em fazer “au au” no fim das suas risadas.
 
Lembrarei de andar com uma vela a tira colo da próxima vez no Panorama!
 
Valeu Mônica pelo Omelete recheado!! Saber que você só se arrisca na cozinha pra visitas muito importantes fez eu me sentir!! 🙂

Voltar a Belém com roupas cada vez mais minúsculas, pois o calor está ficando cada vez mais poderoso!

Fazer regime absurdo antes de voltar a Belém, pois na casa de Pai e Mãe, nunca faltará o Açaí nosso de cada dia!

Aprendi que dirigir em Belém foi um maravilhoso exercício de sobrevivência… isso me trouxe resultados bons à arte de dirigir! Valeu Pai…

Aprendi que o tempo passa e o amor dos verdadeiros amigos é sempre o mesmo…

Aprendi que quando sair pra comprar vasos marajoara da próxima vez devo tirar metade do dinheiro da carteira!! Ou então levar 02 Ecosports né Tio Zeca!?

Amo essa terra, amo esse povo… foi bom demais estar com vocês!

Bjus

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: